Urbans Marketing Digital

Urbans Inteligência Competitiva

Marketing Digital ou Data Driven Marketing?

Iniciamos uma série de postagens detalhando o que fazemos e como funciona […]


Data Driven Marketing

Iniciamos uma série de postagens detalhando o que fazemos e como funciona nossos trabalhos.
Para iniciar essa série, vamos responder a perguntas simples, mas que gera discussões entre profissionais, Marketing Digital existe, e o que é? E o Data Driven Marketing o que é?

Antes de responder as perguntas acima precisamos da definição do Marketing.
Marketing: De acordo com o Dicionário Aurélio, Marketing é o conjunto de estratégias e ações que promovem o desenvolvimento, o lançamento e a sustentação de um produto ou serviço no mercado consumidor.

Se analisarmos os objetivos das ações de Marketing Digital, veremos que elas tem exatamente os mesmos objetivos, o que muda são os meios para torna-los possível.
Se tem exatamente os mesmos objetivos então não deveria se chamar Marketing Digital, mas apenas marketing, não é mesmo?
Correto, inclusive alguns autores como o renomado Conrado Adolpho defende o não uso do termo Marketing Digital, mas apenas Marketing.

Nós particularmente ainda utilizamos, por vários motivos, um deles é a percepção dos clientes, anunciando apenas como empresa de Marketing abriria margem pros clientes acharem que atuamos em áreas totalmente diferentes das que realmente nos propomos.

Porém o mesmo argumento que ajuda, atrapalha. Se não podemos anunciar apenas como Marketing para não causar desentendimento aos nossos clientes, anunciar como Marketing Digital, faz o cliente pensar coisas como “criação de sites, envio de e-mail marketing entre outros”.

Para “quebrar” esse mal entendido, nossos processos são definidos como Data Driven Marketing, em português, Marketing Guiado por Dados.

Data Driven Marketing?
Segundo a definição do Lexicon-Financial Times: data-driven marketing se refere aos insights de marketing e decisões que surgem da análise de dados sobre os consumidores. Nesse contexto estão inseridas ações como pesquisa de palavras-chave para obtenção de dados sobre determinado segmento e a concorrência de mercado, análise de áreas mais clicadas num website e a mensuração das conversões, além é claro da Netnografia para determinado produto, serviço ou evento.

Conclusão

Se analisarmos marketing na internet teremos muitas mudanças, a mais relevante é o fato de ocorrer aceleradamente. Um exemplo é o facebook que não existia em nenhuma estratégia de marketing a 4 anos atrás e hoje é debsuma importância saber o que falam da sua empresa nessa rede, outro exemplo é o SEO a 4 anos atrás era uma tarefa exclusiva de TI, envolvia apenas a otimização de fatores técnicos (programação), hoje é muito mais complexo, envolve TI, usabilidade, conteúdo entre outros.

Essa rápida evolução que o marketing vem vivendo diz respeito a maneira que nos comunicamos. Antes um site era apenas um canal de comunicação e servia para informar de maneira unilateral, hoje um site deve ser uma ferramenta de negócios e precisa ser interativo e a comunicação multilateral em tempo real. Isso é proporcionado através do Data Driven Marketing.

Somos especializados no Data Driven Marketing e o que vemos é um futuro promissor para empresas que decidirem se adaptar as novas regras de marketing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *